6 de noviembre de 2015

(Review 40) - Cautivo de las Tinieblas

Título Original: Cautivo de las Tinieblas
Autor: Jorge A. Garrido
Editora: Autopublicado
Páginas: 332 Páginas
Publicação: Dezembro de 2014
Gênero: Fantasia / Aventura
Goodreads / Amazon / Bookdepository

*** Livro 1/3  - Trilogia Ojos de Reptil ***

**** Para leer esa misma reseña en Español, haz click AQUI ****


Quinze anos se passaram já desde que acabou a guerra entre Fránel e Jávola, porém o continente de Felácea ainda está se recuperando da mesma. Como se isso fosse pouco, seus habitantes vivem o dia a dia completamente alheios à nova ameaça que paira sobre eles e, desta vez, correm um perigo muito maior, contra um terrível adversário cuja crueldade ultrapassa a compreensão humana. 

Ambientado em um mundo em que o aço das espadas luta contra as palavras encantadas, os personagens desta aventura não apenas terão que enfrentar um inimigo, mas também deverão lutar contra seus próprios medos e fantasmas. Alguns não são quem dizem ser, enquanto outros, talvez, se esqueceram do que um dia foram.

É chegado um ponto sem retorno para toda Felácea, dias negros que vão marcar o início de uma nova era.




Cautivo de las Tinieblas faz parte de una trilogia escrita pelo autor Jorge A. Garrido. Conheci a série através do próprio autor e mais uma vez termino esse livro podendo dizer que me sinto feliz pelos rumos que a literatura espanhola vem alcançando. Sei que vivemos tempos difíceis e que conseguir a atenção de uma editora e a divulgação do material é uma tarefa árdua. A quantidade de autores auto publicando as suas obras, na literatura de língua hispânica e também na língua portuguesa, só aumenta, e cada vez mais me surpreeende o grau de qualidade destes autores. 

Esse livro trata de temas ao qual eu não estou acostumada a ler. Mesmo sendo louca por fantasias, confesso que "demônios" não são o meu forte. Sempre li outros temas, e ao princípio não conseguia me conectar aos personagens. 
O princípio do livro foi relativamente difícil porque eu não conseguia entender direito a história, muitos personagens iam adentrando e eu me confundia às vezes, e como houveram duas guerras eu me atrapalhei muito ao princípio por não conseguir identificar quando falava de uma guerra e quando se tratava da outra guerra. Uma recomendação que daria aos que forem ler o livro seria essa: estejam bastante atentos ao princípio e procurem prestar atenção em cada personagem que entra na história. 

À partir de um certo ponto do livro, após alguns capítulos, os personagens se tornaram mais familiares, a história começou a despertar a minha curiosidade e conseguiu me prender até o fim. A história se passa em um cenário diferente, em um continente chamado Felácea, assolado pelas guerras. 
Felácea é sobrevivente de uma grande guerra quando demônios tentaram invadir suas terras e foram estes ao fim derrotados pelo grande herói, Dalan. Além disso, uma segunda guerra tempos depois desta vez envolvendo dragões brancos, dragões marrons e humanos terminou por impor à população um constante estado de medo e receio. Após esta grande guerra, Felácea alcançou relativa paz e grande parte de suas cidades se desenvolveram, se tornando áreas de grande comércio e desenvolvimento. Seus habitantes ao fim se acostumaram à uma nova paz conquistada, esquecendo das lutas de antes. Em meio à estes habitantes, encontramos bravos guerreiros e poderosos feiticeiros que vivem, assim como os dragões, isolados do restante da sociedade. 

Quando estranhos ataques começam a acontecer, os velhos receios tornam a surgir. E todas as dúvidas se dissipam quando demônios vindos diretamente do Submundo passam a ser vistos por cidadãos comuns. O rei deverá agir, entender e preparar-se para o pior. Para tanto, os velhos heróis da guerra anterior são novamente chamados para se reunir ao rei. Entre estes, destaca-se Drana, a única mulher que participou da outra guerra entre os seis heróis. Está claro que apesar da experiência em combate, nenhum destes heróis está pronto para enfrentar uma ameaça que não vem deste mundo e quando os dragões, marrons e brancos, decidem deixar as diferenças de lado e unir-se à batalha, muitos respostas surgem. 
A chegada de um misterioso feiticeiro chamado Cóler, vêm a confirmar o grande perigo que se aproxima de Fránel e todos as cidades de Felácea. 

A vontade que tenho é contar um pouco mais do que a história nos traz, porém, deixarei o resto para cada leitor descubrir. 

Cautivo de las Tinieblas é uma obra com personagens bastante diferentes, temos aqui um reino de dragões brancos que eram rivais dos dragões marrons, temos os humanos, e por fim temos os demônios. Por maiores que sejam as diferenças entre os grupos, é interessante notar que a personalidade dos personagens em muitos momentos se aproxima, há um lado humano muito forte na história: temos heróis que fraquejam, vilões que se redimem, guerreiros que sentem medo e pessoas simples que em meio ao perigo se tornam heróis... não há nada absolutamente perfeito e não há nada completamente ruim, e as surpresas podem ocorrer à qualquer momento. 

De todos os personagens, meus personagens favoritos foram sem dúvida Frel e Nomís. Frel é um grande guerreiro solitário que aprendeu a confiar, a estimar um amigo. Nomís começou fazendo coisas ruins, mas revelou ter um coração bom e puro. 

Por mais fantástico que o gênero do livro possa ser, os personagens se tornaram bastante reais, humanos e contemporâneos. 

Quanto à narrativa, o livro está em terceira pessoa, e podemos entender e até adivinhar alguns sentimentos e emoções mas, no geral, somos testemunhas apenas dos acontecimentos, descobrindo as características de cada personagem apenas durante o desenrolar dos fatos. 

A escrita de Jorge A. Garrido é bastante ágil e simples, é fácil entender a história, embora a princípio, a rápida apresentação de cada personagem possa deixar o leitor um pouco confuso. Devo dizer que, embora seja uma trilogia, o autor finaliza a história completamente, sem deixar cabos soltos para a sequência. Nos próximos livros são apresentadas outras situações, e outros personagens, e num momento onde tudo agora é série (principalmente em se tratando do gênero fantasia) e somos praticamente obrigados a ler as sequências de uma série para conhecer o seu final, poder escolher um livro e conhecer seu desfecho em uma única edição é um alívio. 

Eu indico à lerem e apreciarem essa obra. Pela maneira como foi escrita se nota o cuidado em desenvolver cada capítulo e com certeza é uma história diferente, original e até mesmo divertida, que nos apresenta um universo onde as surpresas são constantes. Uma boa leitura que nos faz passar bons momentos.




Jorge A. Garrido - É um autor espanhol nascido em 1981. Ao princípio, Jorge nunca se imaginou em uma carreira de letras. Antes disso, foi soldado, mecânico, trabalhou na área de construção civil, foi motorista de táxi, vigilante, mensageiro, e vendia frutos do mar... Certamente esta versatilidade o ajudou a criar um blog, onde publicava primeiramente relatos curtos, até que, 8 meses depois, escreveu a sua primeira obra, Cautivo de las Tinieblas. Ele não parou por aí, e, desde primeiro trabalho se extendeu para uma trilogia: Cautivo de las Tinieblas, El Murmullo de la Batalla e Los Hijos de Daes, estes compõem a trilogia "Ojos de Reptil". Além disso ele publicou um livro de ficção científica: Raken, la ciudad del origen y el olvido.

Web Page Oficial: De la Pluma a la Web



Beijokas !!! Nos Lemos !!!!!!!!!!


No hay comentarios.:

Publicar un comentario