2 de septiembre de 2016

(Review 95) - Nerve

25431123Nerve
Jeanne Ryan

Alfaguara / Planeta / Editorial Presença
Autoconclusivo
344 Páginas
 Romance / Intriga / Thriller / Juvenil 

Para leer en Español, haz click AQUI

Vee é uma garota que não costuma chamar demasiado a atenção. De maneira que, quando aparece a oportunidade de participar de "Nerve", um jogo de desafios online, ela decide provar a sorte. "Nerve" é um jogo de desafios, do tipo Verdade ou Desafio, onde os participantes ganham diversos prêmios dependendo sempre do tamanho do risco que queiram assumir.
Quando os desafios começam a ficar cada vez mais perigosos, Vee decide continuar jogando, na esperança de ganhar dinheiro suficiente para pagar uma faculdade de moda. Além disso, ela se sente profundamente atraída por seu companheiro de jogo, Ian.
Porém, quando Vee e Ian chegam à reta final do jogo, descobrem que agora estarão jogando um Tudo ou Nada, aonde o risco maior são suas próprias vidas.


Imagine que você está em um barquinho no mar. Remando, remando, remando. E então quando faltam poucos metros para chegar na ilha, você afunda.
Deu pra sentir a vibe?
Foi exatamente o que senti ao terminar Nerve.

Os explico melhor na resenha... Se prepara porque vou tentar explicar porquê um dos livros mais promovidos não me convenceu para nada.

Há alguns meses Nerve foi a aposta da vez por aqui. E quando o Folloner@s, um grupo de leitoras blogueras em que participo anunciou uma leitura conjunta do livro, não tive dúvidas em entrar. O livro já estava parado na minha estante e me pareceu interessante ler a história e formar meu ponto de vista, após ter lido diversas resenhas em blogs que visito, algumas positivas e outras bastante negativas.
Com uma premissa instigante, Nerve nos apresenta uma realidade bastante crível. 
Um reality show que empurra as pessoas ao seu limite. Pessoas são testadas e desafiadas em tarefas inusuais e cada vez que o objetivo é cumprido, recebem um prêmio especial almejado por cada jogador
Fama, poder, dinheiro. Nerve oferece um mundo de oportunidades aos seus jogadores. Porém, como parar e se manter viva quando o jogo se torna doentio?

Resultado de imagen para nerve un juego sin reglasVee é uma menina acostumada a estar por detrás dos bastidores. Sua melhor amiga Syd, é a estrela de um espetáculo teatral da escola e Vee se contenta em ser a melhor amiga invisível. Apaixonada por um menino que parece não notá-la, castigada pelos pais que a culpam por um incidente ocorrido há meses atrás e vista por todos como uma boa menina, Vee está cansada de ser previsível e sente um desejo profundo de surpreender.
Quando Nerve abre inscrições para possíveis candidatos, Vee grava um vídeo online que, sem dar-se conta, acaba tendo um resultado inesperado. O vídeo se torna viral e Vee é convidada para ser a próxima jogadora de Nerve. Surpreendendo até mesmo a si mesma, Vee aceita. Afinal, o que são alguns simples desafios comparados aos prêmios e a fama que ela poderá alçar?

Os desafios passam de brincadeiras tolas e atos de rebeldia para coisas mais drásticas e até mesmo cruéis e enquanto Vee começa a repensar suas escolhas, percebe que na verdade está presa em algo muito maior, do qual não poderá escapar tão facilmente.

A premissa é realmente boa. Lendo essa proposta, até mesmo eu que agora estou resenhando volto a pensar: Mas o que foi que deu errado afinal?
Pois bem, na minha opinião, Nerve é mais um caso de excelente idéia que foi mal executada.

"A sala se converte em um mar de braços que levantam cada vez mais seus celulares para obter a melhor foto.
Eu poderia haver sido morta e a resposta deles é gravar um vídeo? A única coisa que consigo fazer é evitar atacar-lhes ou começar a chorar. Nesse instante, aquela velha lenda de que cada vez que alguém te tira uma foto está roubando um pedaço da sua alma me parece tão real, como a minha própria vida é, porque sinto como se me arrancassem o espírito, como se aquelas centenas de lentes estivessem me absorvendo e eles querem poder capturar todo o meu temor, toda a minha ira, minha interpretação.
Eu fico ali de pé, tonta, em silêncio e me sentindo vazia."

A protagonista Vee quer provar ao mundo que pode ser uma garota imprudente, Vee sente que sua vida é apenas uma sombra do que poderia ser e quer viver intensamente, desprender-se das regras e medos que a prendem. Para isso embarca junto à seu parceiro de jogo, Ian, em uma série de desafios que, apesar de serem bastante interessantes, com o tempo não conseguiam manter meu interesse. 

Resultado de imagen para jeanne ryan authorO grande problema é que tanto Vee quanto Ian são personagens demasiado planos. A autora não se preocupou em dar à eles uma história. Durante toda a leitura saberemos muito pouco sobre Vee e absolutamente nada sobre Ian e esse vazio impede que o leitor consiga identificar-se ou apegar-se aos personagens. 

Durante vários momentos do livro, Vee me pareceu uma menininha preocupada em ganhar prêmios e voltar cedo para casa. É uma personagem que não consegue encantar o leitor, é demasiado neutra, quase dispensável.

Iam não me convenceu para nada. O personagem é excessivamente altruísta, excessivamente dedicado e muito encantador. Tão encantador que fica difícil crer nas suas intenções. E assim, acaba se tornando um daqueles personagens que não confiamos exatamente por serem demasiado perfeitos. 
Há muitos outros personagens secundários como os amigos de Vee, Syd e Tommy, e também outros jogadores de Nerve como Ty, Micky, Daniella, Samuel e Jen, mas todos eles me deixaram indiferente. Nenhum chega a receber um destaque especial e, se os personagens principais foram mal desenvolvidos, tente imaginar o que acontece aos personagens secundários. O leitor apenas consegue saber poucas coisas sobre eles, e a opinião que dá para formar sobre cada um é bastante superficial. De fato, superficial é a característica marcante de Nerve.

A narrativa em primeira pessoa, sob o ponto de vista de Vee, prende o leitor apenas em alguns momentos dos desafios do jogo, porém, num contexto geral, não é a história mais fluída que já li e nem mesmo a mais interessante. Muito pelo contrário, Nerve na minha opinião possuí muitas falhas, um final que deixa demasiados cabos soltos e uma sensação estranha como a de haver nadado muito e afundado exatamente na reta final do percurso...

Resumindo, Nerve é uma história que poderia ter sido muito, mas muito melhor, porém foi mal executada. Com vários personagens que poderiam ter acrescentado mais mistério e ação à trama, a autora optou por trazê-los de maneira superficial, o que impede o leitor de conhecê-los à fundo e criar um vínculo. Uma leitura que mesmo tendo começado com as expectativas baixas, ainda assim conseguiu me decepcionar.





Resultado de imagen para jeanne ryan authorJeanne Ryan tem onze irmãos e a sua família já viveu em vários lugares do mundo. Passou parte de sua infância no Havaí, e desde então, sempre que pode, volta pra lá, ela também já chegou a viver na Coréia do Sul, Michigan e Alemanha. Antes de se tornar em escritora, tentou dedicar-se à muitas outras coisas, como criar jogos estilo batalha naval ou pesquisas sobre o desenvolvimento juvenil. No final, acabou descobrindo que criar histórias era mais divertido do que trabalhar com estatísticas. Atualmente, ainda sonha em voltar a viver no Havaí, porém, encontrou o seu cantinho no noroeste dos Estados Unidos.

Web Page Oficial: http://www.jeanneryan.com/

Twitter: Jeanne Ryan


Beijokas...

Nos Lemos, 


24 comentarios:

  1. Oiii Alice! Menina desde que você falou la no blog que tava lendo esse livro eu fiquei curiosíssima pra ver a sua resenha kkkk que pena que você não curtiu muito :/ achei o enredo fantástico, mas acontece da autora as vezes se perder e não mostrar tanto os personagens. Porém ainda estou curiosa sobre ele, quando eu ler te digo o que achei!

    *Beijokas -Hellen Barros.

    www.apenasgiz.com.br

    ResponderEliminar
  2. Oi Alice,
    Que decepção!
    Eu esperava algo completamente diferente... MEU DEUS! Ainda bem que não comprei o livro na Bienal, estava carinho por ser lançamento.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Gostei da resenha Alice. O marketing a respeito deste livro realmente foi bastante amplo e é uma pena que ele não tenha superado suas expectativas. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice, tudo bem?

    Não li o livro, mas teve muito marketing mesmo, principalmente por causa do filme. Uma pena a autora não ter trabalhado bem a história, a premissa é tão boa que chega a ser um pecado o livro ser ruim rsrrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  5. Oi Alice,
    Nossa eu nunca tinha ouvido falar nesse livro até a estreia do filme haha
    E lendo a resenha, não achei muita coisa impressionante pq tem uns filmes terror com coisa parecida. Não é uma leitura que eu preciso apressar, pelo visto. Talvez assista o filme primeiro. Ótima resenha.

    bjs e tenha um ótimo domingo.
    Nana - Obsession Valley

    ResponderEliminar
  6. Nossa, pelas propagandas eu achei que seria tipo WOOOOW mas ne kk tudo engana
    Beijos
    Estilhaçando LivrosCantar em Verso

    ResponderEliminar
  7. Oi, Alice!
    Menina, esse livro me lembra muito um da autora de O Teste que eu jurava que seria o mesmo.
    Eu já não havia sido cativada pelo trailer, e agora com sua resenha, eu nem vou ler o livro.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção de aniversário do Balaio de Babados e Postando Trechos
    Participe da promoção 1 Ano de Estilhaçando Livros

    ResponderEliminar
  8. Oláá! Estou louca para ver o filme que me parece ser bom, agora vejo sua resenha do livro e percebo que não é tudo o que se mostra, fiquei um pouco decepcionada mesmoo! Vou ver o filme e quem sabe se não for tãão ruim, leia o livro. Gostei da sua review!!

    Visite o BD > http://brilliantdiamond-bg.blogspot.com.br/
    Bjos!

    ResponderEliminar
  9. Olá, Alice.
    É tão ruim quando isso acontece. A ideia é tão boa e o autor não consegue executá-la. Já aconteceu em vários livros que eu li. Eu estava com muita vontade de ler esse livro, agora nem tanto. Acho que quando tem tanta propaganda em cima de um livro a gente fica com expectativas excessivas e acaba se decepcionando.

    Blog Prefácio

    ResponderEliminar
  10. Oii, que pena que você não gostou tanto assim do livro, eu não posso opinar sobre ele pois não o li, mas acho que pode ser uma trama juvenil com polêmicas atuais e a ideia da autora pode ter sido alertar jovens para alguns pontos, acertei?

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Oi Alice! Estou esperando o meu chegar e agora estou receosa para fazer a leitura, espero que para mim não seja tão decepcionante. E tem o filme ainda para ver, também quero conferir.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  12. Oi, Alice!
    Que pena que este livro foi uma decepção. Já ouvi muitos falarem mal dele, inclusive do filme que começa bom, mas afunda cada vez mais. Na verdade não ouvi ninguém falar bem dele.
    Mesmo assim, tenho muita curiosidade em ler ou ver o filme, pois a premissa parece ser muito boa!

    Bjs!

    -Ricardo, Blog Lapso de Leitura

    ResponderEliminar
  13. Olá... tudo bem??
    Vi o trailer do filme no cinema, mas não sabia que vinha de livro... achei a proposta do filme muito boa e cheia de ação... mas é base né.... bom que pena que o livro não te cativou, é tão chato quando isso acontece... pelas coisas iniciais que falou realmente ele parece ter uma boa premissa... mas se os personagens não tem uma história e não são desenvolvidos fica dificil se prender na leitura... enfim... quero mesmo assisti o filme rs... xero!!!

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Sei exatamente como é aquele tipo de livro que te enche de expectativcas e depois decepciona!! Enfim eu li sua resenha né e já me desanimou esse livro porque pelo visto deu enfase ao desafio em si do que a construção do personagem em sim!
    Bjs

    http://caprichadissimas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. E acho que está acontecendo comigo essa expectativa toda. Quando vemos pela sinopse o livro parece prometer, afinal, quem não gosta de desafios, né?! Pensei isso, mas acho que não é lá aquilo tudo que espero. Ainda sim, tenho um pitadinha de curiosidade. Quuem sabe em breve, né.

    Beeeijo!

    www.leitorasvorazes.com.br

    ResponderEliminar
  16. Oie Alice =)

    Cheguei a ver o trailer do filme, mas não sabia que se tratava de uma adaptação. A premissa da história até que me chamou a atenção, porém não lembro se cheguei a ver esse livro em mais algum blog.

    Um pena que a história não tenha atendido todas as suas expectativas. Infelizmente as vezes acontece =/

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderEliminar
  17. Oi Alice!
    Tem muitos livros que são exemplos de excelentes ideias mal executadas e na maioria das vezes o problema é bem esse: os personagens. Porque se os personagens são bem desenvolvidos, qualquer história é capaz de dar certo. É mesmo uma pena porque essa parecia interessante.
    Beijos,
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Oi, Alice.
    Tão ruim quando sentimos isso. Muitos livros possuem tudo para dar certo, mas acabam finalizando de uma forma que nos decepcionamos.
    Uma pena isso.
    Adorei seu blog.

    http://www.revelandosentimentos.com.br - Lançamento da Arqueiro a escolha do vencedor no Top Comentarista de Setembro. Participe e escolha seu livro!

    ResponderEliminar
  19. Oi Alice, sua linda, tudo bem?
    Não acredito!!! Quando eu vi o trailer do filme fiquei super empolgada, por isso solicitei o livro. Que pena que tivemos personagens desperdiçados, que não foram desenvolvidos. Espero não me decepcionar tanto. Seu texto está muito bem escrito, muito bem argumentado. Gostei muito da sua sinceridade como sempre, a resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  20. Oi amore! Nossa, que resenha mais perfeita, adorei sua forma de argumentar.
    Eu odeio quando não me prendo aos personagens, e odeio mais ainda quando uma história que está sendo falada positivamente não consegue me encantar.Compreendi todos os pontos que relatou, a premissa do livro é perfeita e original, claro que mesmo com os pontos negativos senti vontade ler.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  21. Oi, Alice! Tudo Bem?
    Por causa da Emma Roberts, eu estou muito ansioso para assistir Nerve. Também pretendo ler o livro, mas poxa, que chato saber que o livro não é tão legal assim.. Quando for ler e assistir o filme, eu vou diminuir as expectativas para não me decepcionar.

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  22. Oi, Alice!
    É muito ruim quando um final de um livro é decepcionante, parabéns pela resenha sincera, não sei se leria esse livro.

    Beijos,
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderEliminar
  23. Ahhh imaginei que o livro deveria ser algo bem empolgante que pena que decepcionou. Mas acho que talvez como filme seja melhor, vi o trailer e fiquei com vontade de conferir, mas acho que vou ficar só com o filme mesmo!

    Beijos
    Dani Cruz
    http://www.blogemcomum.com.br/

    ResponderEliminar
  24. Oi, Alice.
    Descobri que o filme era livro agora a pouco e já me sinto decepcionada com esta resenha. O livro em si parece ser feito apenas para vender, a autora não se preocupou realmente em desenvolver uma história e uma narrativa envolvente, mesmo com uma premissa arrasadora. É uma tristeza já que eu queria saber mais sobre o tal jogo, e agora sinto menos vontade ainda de ler o livro. Gostei muito da sua transparência em relação aos pontos negativos.
    Abraço! https://leitoraencantada.blogspot.com.br

    ResponderEliminar