★★★★
★★★
★★
★★★★★
★★★★
★★★★
★★★★

5 de octubre de 2016

(Review 105) - Garota Perfeita

31568563The Good Girl
Mary Kubica
Harper Collins Iberica / Planeta do Brasil

Livro Autoconclusivo

368 Páginas
Intriga / Romance / Misterio / Thriller

Para leer en Español, haz click AQUI

Mia, uma professora de arte de 25 anos, é filha do proeminente juiz James Dennett de Chicago. Quando ela resolve passar a noite com o desconhecido Colin Thatcher, após levar mais um bolo de seu namorado, uma sucessão de fatos transformam completamente a sua vida. 
Colin, o homem que conhece em um bar, a sequestra e a confina em uma isolada cabana, em meio a uma gelada fazenda em Minnesota. Mas, curiosamente, não manda nenhum pedido de resgaste à família. O obstinado detetive Gabe Hoffman é convocado para tocar as investigações sobre o paradeiro de Mia. Encontrá-la vira a sua obsessão e ele não mede esforços  para isso.
Quando a encontra, porém, a professora está em choque, e não consegue se lembrar de nada, nem como foi parar no seu gélido cativeiro, nem porque foi sequestrada ou mesmo quem foi o mandante. Conseguirá ela recobrar a memória e denunciar o verdadeiro vilão dessa história?


***** MUCHÍSIMAS GRACIAS A HARPER COLLINS IBERICA (@HarperCollinsIB) POR EL ENVIO DE UN EJEMPLAR  *****



** Esta resenha é parte da LC organizada por Folloner@s



Garota Perfeita é mais um thriller que conseguiu me prender até o final. Ultimamente ando tendo boas experiências com este gênero de livro que, apesar de não ser o meu gênero favorito, tem me garantido passar bons momentos. 

22888026O livro é diferente de tudo o que eu já li, à começar pela narrativa. Aqui teremos uma narrativa em primeira pessoa, intercalada entre três narradores, e, o mais interessante, nenhum dos narradores é a protagonista da história, Mia. 

Garota Perfeita nos traz o sequestro da filha de um juiz, o poderoso e rico James Dennett. Mia é sua filha menor e apesar de manter um relacionamento bastante superficial com seus pais, acabou ainda assim sendo ela a vítima de um sequestro. 
Em uma noite qualquer, após levar mais uma decepção com seu namorado que mais uma vez a deixa esperando em um bar à sua espera, Mia conhecerá Owen. O que ela não sabe é que o atraente rapaz não está ali para conhecê-la. Tampoco está ali para flertar com ela. Mas sim para levar à cabo o seu sequestro.
Owen na verdade é Colin Thatcher, um rapaz que, apesar de ter tentado por diversas vezes seguir um caminho bom, acabou enveredando para o mundo do crime, diante das dificuldades que encontrou em sua vida. Contratado para sequestrar Mia, Colin acaba desistindo de entregar a garota ao mentor do sequestro, e decide fugir com ela para uma velha e isolada cabana no meio do bosque. Naquela cabana, o leitor conhecerá as diversas facetas de Mia e Colin e também as reviravoltas que a garota sequestrada e seu captor deverão lidar, tudo isso sob o ponto de vista de Colin, o captor.

Além do ponto de vista de Colin, seremos levados ao outro lado da história, para conhecer os pensamentos e a situação de Eve, a mãe de Mia, que luta desesperadamente por notícias de sua filha. Toda a angústia, a aflição e o desespero de Eve são expostos ao leitor, em capítulos curtos e emocionantes.
Juntamente à Colin e Eve, também teremos a Gabe como o terceiro narrador. Gabe é o policial responsável pelo caso e deverá investigar um crime aparentemente perfeito e sem pistas e dar com o paradeiro de uma jovem garota rica, enquanto corre contra o tempo e se pergunta, dia após dia, se ainda haverá esperança para salvar mais essa vítima. 

"Me lembro do desaparecimento de minha filha cada vez que respiro. Quando vejo outras mães segurando nas mãos de seus filhos. Quando vejo jovens subirem no ônibus escolar. Quando vejo cartazes sobre gatos perdidos colados em algum poste, ou quando escuto uma mãe chamando sua filha pelo nome.
O detetive Hoffman quer saber todo o possível sobre Mia. Rebusco entre as fotografías velhas do sótão. Encontro antigas fantasias de Halloween, roupa de tamanho infantil, patins e bonecas da Barbie. Sei que ha outros casos, outras meninas desaparecidas como Mia. Eu penso em suas mães. Sei que algumas dessas meninas nunca voltarão para casa.
O detetive sempre me avisa de que não ter noticias pode ser bom. As vezes me chama e não conta nada novo, nem uma unica informação, pelo caso de eu estar me perguntando (e sempre estou) se já há alguma novidade. Me promete fazer tudo o que estiver ao seu alcance para encontrar Mia. Eu noto em seus olhos quando me encara ou quando fica um momento mais do que o necessário, para assegurar-se de que não estou a ponto de desmoronar.
Mas eu penso em tudo constantemente, em quanto esta difícil continuar de pé e caminhar, no impossível que esta sendo seguir adiante e viver em um mundo que segue pensando em política e entretenimento, em esportes e economia, enquanto eu apenas consigo pensar em Mia."

Garota Perfeita é um livro que desperta diversas emoções no leitor pois conheceremos aqui todos os lados da história: as vitimas, o captor e o intermediário no caso, o policial. O fato de possuir esse intercâmbio de narradores dá bastante agilidade à história que, em nenhum momento se torna lenta ou pesada. Além dos narradores variados, há também saltos no tempo. A história alterna entre os momentos do sequestro, do cativeiro de Mia para em alguns capítulos avançar para os fatos ocorridos após a liberação de Mia. Em princípio esses saltos de tempo se fizeram um pouco confusos porém, conforme o leitor se submerge na história, ficamos tão envolvidos com toda a trama bem desenvolvida que nos trouxe Mary Kubica, que a leitura flui de maneira perfeita, e o leitor consegue se adaptar bem à todos esses saltos temporais. 

25371116A história tem um ritmo alucinante, praticamente não conseguia parar de ler, ávida por saber o que aconteceria com Mia e Colin. Mia e Colin estão em lados opostos do jogo, ela é a vítima e ele é o captor, porém, a autora traz a trama de uma maneira tão envolvente, que pelo menos à mim aconteceu de simpatizar bastante com os dois personagens.
Eve foi um caso ainda mais especial. Toda a dor da mãe que busca desesperadamente por notícias de sua filha, toda a tensão e a esperança de Eve resultam emocionantes. E é muito interessante notar as mudanças do personagem. Eve é um personagem cheio de surpresas e certamente foi quem experimentou mais mudanças ao longo da trama, passando de ser uma simples dona de casa submissa para voltar a ser uma mulher decidida, valente e com uma opinião firme. Os capítulos narrados por Eve são cheios de sentimento e extremamente críveis.

Há personagens secundários como Dalmar, Grace e James, o pai de Mia, porém, o brilho dos narradores e da personagem principal são o que mantem o leitor em contante suspense por toda a trama. 
O final é ousado, extremamente surpreendente, fiquei em choque com esse final pois não esperava de nenhuma maneira. Mary Kubica realmente arrisca um final impactante que, certamente, fecha com chave de ouro uma trama cheia de detalhes e reviravoltas que me surpreendeu muito mais do que esperava. 

Em resumo, Garota Perfeita é um livro que nos traz uma história surpreendente que prende o leitor até o final. Com um desfecho impactante e a la vez desgarrador, essa trama conseguiu despertar em mim diversos sentimentos e me envolveu com os dramas pessoas vividos por cada um de seus personagens. Muito mais do que um simples thriller, Garota Perfeita nos fala sobre famílias descompostas, vidas despedaçadas, sonhos rotos, e sobre pessoas que encontram forças para manter a esperança viva diante dos piores momentos de suas vidas.
Super recomendado. 




Mary Kubica tem bacharelado em Artes pela Universidade de Miami em Oxford, Ohio, em História e Literatura Americana. Ela vive fora de Chicago com o marido e dois filhos e gosta de fotografia, jardinagem e cuidar dos animais em um abrigo local. The Good Girl é seu primeiro romance.

Web Page oficial: http://www.marykubica.com/

Twitter: Mary Kubica 


Nos Lemos,


22 comentarios:

  1. Oi Alice!
    Adorei sua resenha! Eu adoro thrillers e suspense, e gostei de saber que o final a surpreendeu. Quero ler também.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderEliminar
  2. Nossa, que enredo interessante. Eu fiquei muito curiosa pra conhecer melhor essa história.
    Mil Beijos!
    http://pensamentosdeumageminiana.blogspot.com.br/2016/10/cinema-outubro-2016.html

    ResponderEliminar
  3. Adorei sua resenha! Na verdade, é apenas a segunda que leio positiva, mas a que mais me criou desejo em lê-lo. Não sou muito fã desse gênero, mas após ler um livro que eu adorei, agora quero me aventurar mais neles rs.

    Beijos. | * Blog PS Amo Leitura *

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice, não li o livro, mas tenho curiosidade, gosto de histórias que surpreendem e a premissa é bem interessante! E achei a capa em espanhol melhor que a da versão em inglês.

    Ótima resenha <3

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  5. OI Alice! Eu adoro este tipo de livro e estou curiosa sobre a história. Vi resenhas bem negativas e estava até com medo de não gostar, mas a sua me deixou mais empolgada.

    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  6. Oi Alice,
    Não costumo ler muito esse gênero de livros, mas essa história me deixou curiosa :O
    Vou deixar para ler futuramente.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderEliminar
  7. Oie Alice =)

    Esse livro anda sendo bastante comentando mesmo. E apesar de não se o tipo de gênero que eu costumo ler, as criticas positivas que ele vem recebendo estão me deixando curiosa.
    Se a oportunidade surgir pretendo dar uma chance para ler sim.

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary

    ResponderEliminar
  8. Olá,
    Honestamente? Gostei horrores da premissa do livro, se o livro for mesmo tão bom vou amar, estou precisando de uma leitura que me prenda mais, hahaha. Adorei a resenha.
    Beijos.
    Nasci Gabriela - www.nascigabriela.com.br

    ResponderEliminar
  9. Nossa, que história triste e intensa ao mesmo tempo! Não sei se eu leria algo parecido porque sou muito fácil e um livro desse me tocaria demais, eu choraria, mas não no bom sentido, eu acho.
    Beijo
    www.leitorasvorazes.com.br

    ResponderEliminar
  10. Oi, Alice. Eu amei sua resenha, está completamente impactante! Eu amo livros que falam sobre sequestros. Já li dois e amei a narrativa deles, o desgaste emocional que as vítimas sofrem, a dor daqueles que perderam essas pessoas. Tudo é ao mesmo tempo emocionante e desesperador. Eu amei a história, a premissa e ainda não sei porque diabos ainda não comecei, mas posso te dizer que depois desta resenha, o livro já estará lido.
    Abraço!
    Participe do sorteio do livro Twist de Tom Grass

    ResponderEliminar
  11. Olá, Alice.
    Depois dessa resenha, eu preciso ler esse livro. Adoro livros assim que a gente não consegue largar até ler o final. Já vou anotar aqui. Eu li um livro que lembra um pouco essa história, Identidade Roubada, não sei se você conhece, eu amei ele.

    Blog Prefácio

    ResponderEliminar
  12. Ai meu deus, para tudoooooooooooo! Vou parecer estranha agora, mas adoro livros de sequestro, e andava em falta um que fosse narrado pelo sequestrador! Sua resenha me deixou super empolgada, o livro tem jeito de ser eletrizante, tenso do início ao fim. KERO.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  13. Parabéns pela resenha Alice! Estou ansiosa para ler A Garota Perfeita! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  14. Oi Alice, sua linda, tudo bem?
    Depois dessa resenha, fiquei super empolgada para ler esse livro!!! Genial colocar três narradores, diferentes da vítima, assim podemos acompanhar os sentimentos e as perspectivas diferentes dessa história. Sabe, eu desconfio que o sequestro dela tem alguma coisa a ver com alguém da própria família dela. Adorei sua resenha!!!! Não vejo a hora de ler.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Oie alice, tudo bem?
    Adoro esse gênero e posso dizer que é um dos meus favoritos.
    Nunca tinha ouvido falar desse livro, vou anotar aqui pra procurar depois.

    Beijão
    Colecionadores de Livros

    ResponderEliminar
  16. Oi
    parece ser uma leitura bem intenso, o que sera que acontece com a Mia, e porque será que o sequestrador não pede resgate, fiquei curiosa.

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Oi, Alice!
    Menina, o que me chamou atenção mesmo pra ler esse livro foi justamente a Mia não narrar nada. Achei isso bem diferente e legal.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção 5 Anos de Além da Contracapa
    Participe da promoção Halloween Literário

    ResponderEliminar
  18. Oi Alice,
    Eu estou em uma fase onde thrillers tem vez!
    Fiquei curiosa para conhecer a história, tem uma ótima premissa.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. Olá, Alice!
    Nossa, tantas pessoas estão falando bem desse livro! Estou ficando cada vez mais curiosa, hahaha. Sua resenha ficou incrível, e aumentou ainda mais minhas expectativas em relação à obra. Sou apaixonada por thrillers! Espero que possa ter a oportunidade de ler em breve!

    Um beijo!
    Débora
    http://amorlivronico.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  20. Alice
    essa capa é tão linda....
    e ter um ritmo alucinante e uma escrita gostossa ufa!
    e personagens parecem ser bem escritos tambem...
    Bem, isso é verdade rsrs
    eu só me arrisquei porque eu comprei e porque queria saber o que tanto o povo achava de interessante mas na achei nada de muito interessante viu?
    quem sabe nos proximos,.... srsrs
    veremos!
    beijocas
    Pâm - www.interruptedreamer.com

    ResponderEliminar
  21. Oi Alice, tudo bem?
    Adorei a dica, me chamou muito a atenção.
    Thriller é um dos meus gêneros literários favoritos!
    Beijos,

    Priscilla
    Infinitas Vidas

    ResponderEliminar
  22. Oii Alice, tudo bem?
    MEU DEUS, que resenha maravilhosa! A premissa com certeza conseguiu chamar a minha atenção!
    Adorei a forma como a história foi construída, contada pelo ponto de vista de três pontos distintos, deve dar mais vontade de ler ainda haha.
    Vou adicionara listinha!

    Beijos,
    Ana | Blog Entre Páginas
    www.entrepaginas.com.br
    Participe do SORTEIO DE 1 ANO do Blog!

    ResponderEliminar